Aventura da Alma

Aventura da Alma

Os grandes inventos e descobertas científicas do século passado, assim como as empresas e tecnologias inovadoras deste milênio, são fruto da aventura criativa, da curiosidade com liberdade realizadora de pessoas muito jovens como Einstein, Jobs, Bezos.

Chama muito a atenção constatar que universitários brasileiros em intercâmbio cultural nos grandes centros europeus, norte americanos e asiáticos, voltam para o Brasil com um grau de independência e crítica a seus pares, em conta da busca frenética destes por prazer, no álcool, drogas, velocidade, festas e feriados sem fim, pois no seu retorno ao pais agora se completam em visitas a museus, em estudos compartilhados ou solidários.

Percebe-se que há mudança positiva no ambiente criativo, dissociada das chamadas políticas de Estado no país, importando-se não produtos e sim comportamentos, visões de mundo modernas e de progresso intelectual.

O shutdown da administração federal nos EUA nos primeiros dias de 2019, embora com muitos contratempos, mostra mais uma vez que a sociedade organizada é livre e realiza bastante ou quase tudo, apesar do Estado. A economia e produção cotidiana americana, pouco se importou com a paralisia estatal em suas disputas burocráticas.

Hoje nossas escolas de ensino fundamental e médio nas mãos de empresários brasileiros, tal como as universidades, são negócios eminentemente mercantis e as poucas que ainda se fundamentam em princípios pedagógicos sólidos, acabam se rendendo a bases curriculares pobres, queda na carga horária, disciplinas pouco relevantes à formação humana e profissional, aprovação sem mérito, em vista da manutenção de uma clientela que exige o diploma, não o aprendizado e a competência.

Aquele comportamento produtivo e psicogicamente sadio, traça diferenças marcantes entre os vencedores e perdedores nas novas gerações. Teremos portadores de diplomas em abundância de um lado, sendo guiados e eventualmente contratados como mão de obra barata e desqualificada, pela outra parcela minoritária que fez seu dever de casa e buscou excelência na própria formação.

Autodidatismo, visão de mundo, crença na ciência aplicada, renovação tecnológica, são ingredientes para ambientar em nossas cidades, solo fértil para desenvolvimento humano dos nossos jovens e único caminho para um país qualificar-se como desenvolvido.

Comentários estão desabilitados.

Fale conosco

WhatsApp chat
apps
A rede social de inovação sempre perto de você !

Primeira legal tech do Brasil na palma da mão em qualquer dispositivo: