Inovação Disruptiva

Expressão que descreve inovação tecnológica em produto ou serviço, a partir da utilização de estratégia “disruptiva”, ao invés da evolutiva, de modo a superar uma tecnologia dominante no mercado. De qualquer maneira, o termo central desta expressão, não é mais do que a tradução literal do conceito inglês “disruptive” , significando algo revolucionário. Na verdade, nos meios académicos é bastante usual reformular os rótulos de alguns conceitos, para diferenciar e promover um trabalho. É sistematicamente demonstrado para a comunidade de pesquisa que as inovações mais disruptivas, são a minoria, quando comparadas a outros tipo de inovações introduzidas no mercado. Os exemplos de tecnologias disruptivas sucessoras são muiti raros. Ocasionalmente, uma tecnologia disruptiva vem dominar um mercado existente, seja preenchendo demanda à qual tecnologia antiga não conseguia atender, ou por sucessiva escalada de aceitação no mercado, começando com produto mais barato e performance inferior, para, através de aperfeiçoamentos, finalmente derrocar os líderes, a exemplo dass câmeras digitais substituindo as câmeras por filme.

Por contraste, uma tecnologia “revolucionária”, introduz produtos com novas características bastante melhoradas. Este é o tipo de inovação que mais frequentemente substitui serviço e produto paradigmas. Ademais, uma tecnologia evolucionária melhora a performance de produtos já estabelecidos, geralmente de forma incremental.

(Wikipedia)